Seminário na EGPA reúne mais de 100 gestores e adjuntos da administração do Governo

Mais de 100 gestores e adjuntos da administração direta e indireta do Governo do Pará estiveram presentes, na manhã desta segunda-feira (30), no Seminário de Políticas Inovadoras para o Desenvolvimento e Geração de Emprego e Renda, promovido pela Escola de Governança Pública do Pará (EGPA).

O Secretário de Estado de Articulação e Cidadania, Ricardo Balestreri, representou o governador do Estado, Helder Barbalho, e destacou a necessidade de programações abordando a temática de emprego e renda durante a abertura do evento. “É preciso que a gente valorize a cultura local, a possibilidade que o Pará tem de inovar paradigmas, e a nossa disposição é aproveitar a liderança cheia de inovação que temos. Queremos construir um Pará que faça a diferença para si mesmo, mas que faça a diferença também para o conjunto do Brasil”, disse.

A EGPA propôs essa discussão com o objetivo de levantar aspectos de inovação na temática de geração de emprego e renda, cumprindo seu papel de um escola inovadora, que colabora para os diversos aspectos da gestão pública. “É importante lembrar a todos a importância da valorização do papel da Escola de Governança, já que a existência da EGPA tem como núcleo o elo da administração pública e seus agentes, ela é meio para o alcance da qualidade do serviço público, ao que concerne o capital humano como protagonista”, disse a diretora geral da EGPA, Evanilza Marinho.

O seminário foi ministrado pelo professor pós-doutor Ricardo Paes de Barros, graduado em engenharia eletrônica pelo Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA), com mestrado em matemática pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), doutorado em Economia pela Universidade de Chicago e pós-doutorado pelo Centro de Pesquisa em Economia da Universidade de Chicago e pelo Centro de Crescimento Econômico da Universidade de Yale. Hoje, Ricardo atua como economista chefe do Instituo Ayrton Senna.

“A pessoa com o currículo do Dr. Ricardo é essencial para nós, ele vem dotado de uma trajetória de conhecimentos e de práticas que podem nos acrescentar muito”, destacou o secretário Balestreri.

Durante a palestra o Dr. Ricardo apresentou como enfrentar construtivamente a informalidade e valer-se do empreendedorismo local para gerar emprego e renda, reduzindo a pobreza e a desigualdade no Estado do Pará, a partir de um estudo detalhado baseado em dados do Estado. “O Pará é um estado onde se trabalha muito, mas poucos são empregados formalmente. Precisamos aproveitar essa característica para gerar emprego e renda, enfrentando a informalidade de maneira construtiva e aproveitando o empreendedorismo local, tanto rural quanto urbano”, explicou o Dr. Ricardo Paes de Barros.

Após a palestra, os participantes tiveram um momento para sanar dúvidas e realizar considerações sobre o tema. 


© Copyright EGPA 2019 | Endereço: EGPA – Avenida Governador José Malcher, 900, Bairro Nazaré (entre Trav. Quintino Bocaiuva e Rua Joaquim Nabuco) . Belém – PA.

Desenvolvimento: PRODEPA  Usando CMS livre - Drupal  Sítio Acessível