Avanços do Pará são apresentados em encontro em Brasília

 Os avanços na área de gestão pública desenvolvidos pelo Governo do Estado do Pará levaram o projeto “Cooperação Federativa para Capacitação de Servidores Públicos: a experiência do Cotegep no estado do Pará” a ter destaque na décima edição do Congresso Consad de Gestão Pública, em Brasília. Duas representantes do estado – Vera Ruth Fidalgo e Altair Capela Sampaio – apresentaram as ações bem sucedidas da Escola de Governança Pública e como a iniciativa formou gestores e permitiu o aumento de conhecimento e a troca de experiências entre órgãos do Pará.

Esta é a segunda vez que o Pará participa do evento. Nessa edição a escola de Governança Pública foi a única autarquia que representou a região Norte. “Fomos escolhidas para trazer uma experiência maior na área dos níveis federal, municipais e estaduais”, disse Vera Fidalgo, assessora de diretoria da Escola de Governança. “Agregamos um comitê de trabalho das escolas de governo do estado do Pará, com entes que estavam com o objetivo de melhorar a capacidade do servidor público na área de atendimento e a melhoria da sua capacitação dentro dos órgãos públicos”, completou.

Diretora do Centro Regional de Treinamento da Escola de Administração Fazendária (Centresaf), Altair Capela Sampaio, afirmou. “A experiência do comitê que nós trouxemos aqui é importante porque as escolas de governo do estado do Pará foram as únicas escolas que vieram para o Consad este ano, então é uma grande responsabilidade trazer a nossa experiência para divulgar para o Brasil inteiro”.

Segundo Altair, a apresentação do Pará levou a equipe do estado do Ceará a se interessar pelo projeto. “O colega do governo do Ceará, também de escola de governo lá, disse que quer nos contatar para ver de que forma a gente conseguiu sucesso, porque no Ceará eles já tentaram e não conseguiram”, disse Altair Sampaio. “Então realmente é uma expertise, uma experiência que a gente está trazendo mostrando que existe a possibilidade de sucesso nesse tipo de rede”, completou.

Para o ano que vem o objetivo é integrar a região Norte com todas as outras regiões do país e tornar a iniciativa um caso de sucesso para o Brasil. "Eu acho que o que a gente trouxe de interessante foi a comprovação de que é possível fazer cooperação entre entes tão diversos, como escolas do estado, do município, da federação, do legislativo, do executivo e judiciário, e nós conseguimos, mesmo com essa diversidade, com legislações tão díspares de regência desses entes, a gente conseguiu fazer com que o comitê funcionasse bem e desse resultados", afirmou Altair.

Pascoal Gemaque (Agência Pará de Notícias)


© Copyright EGPA 2017 | Endereço: EGPA – Av. Nazaré, 871, Bairro Nazaré (entre Trav. Quintino Bocaiuva e Rua Joaquim Nabuco) . Belém – PA.

Desenvolvimento: PRODEPA  Usando CMS livre - Drupal  Sítio Acessível