Parceria entre Santa Casa e EGPA vai investir na qualificação dos servidores

 Buscar excelência na assistência prestada à população paraense em mais de três séculos de existência, a fim de melhorar, cada vez mais, a qualidade e a segurança oferecidas aos pacientes, é o principal objetivo da parceria firmada entre a Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará e a Escola de Governança do Estado do Pará (EGPA).

Nesta segunda-feira (20), o Termo de Cooperação para implantação do Projeto de Aperfeiçoamento em Qualidade e Segurança do Paciente foi assinado pela presidente da Fundação Santa Casa, Rosângela Monteiro, e pelo diretor da EGPA, Ruy Martini. A concretização da parceria inicia a programação alusiva aos 367 anos de fundação da Santa Casa de Misericórdia do Pará, comemorados na próxima sexta-feira (24).

O Projeto de Aperfeiçoamento em Qualidade e Segurança do Paciente vai formar e capacitar funcionários da Santa Casa, ampliando o conhecimento teórico e prático dos servidores. Ruy Martini ressaltou a dimensão do Termo de Cooperação, considerado por ele um desafio para a EGPA. “Discutir um programa com a complexidade inerente à Santa Casa é delicado, visto que se tem características de públicos diferentes, cada um com suas particularidades e disponibilidade de tempo. Porém, a equipe da EGPA está pronta para vivenciar isto de uma forma intensa”, afirmou.

Segundo o diretor da Escola de Governança, “é importante entender que um programa de capacitação é um elemento de gestão muito forte. Os serviços ofertados à sociedade podem ser aprimorados a partir de um programa de qualificação. Um profissional mais bem preparado poderá prestar serviços com mais qualidade. É nisso que ambos os órgãos acreditam”.

Modelo - A importância do projeto para a educação permanente dentro da Fundação Santa Casa foi destacada pela presidente da instituição, Rosângela Monteiro. “A assinatura desse Termo de Cooperação técnica entre a Fundação e a EGPA é fundamental para que possamos dar sequência a um modelo de capacitação, de educação permanente bastante estruturado, e com um quantitativo de horas significativo”, afirmou.

Para a gestora, “o resultado que nós buscamos é que, com a educação permanente, nós possamos levar o atendimento da Santa Casa a um nível muito maior de segurança, e buscar a qualidade desse atendimento, não só da competência técnica, mas do atendimento do ponto de vista humano, da humanização, do comportamento de cada um dos servidores, para que possam dar o melhor do seu conhecimento para o povo do Pará que busca a Santa Casa”.

Servidores e demais participantes da solenidade assistiram às apresentações do Coral Maria Helena Franco, composto por servidores da FSCMP, e do Projeto de Aperfeiçoamento em Qualidade e Segurança do Paciente, feita por Alexandra Cordovil, gerente de Desenvolvimento de Pessoas da FSCMP, e Telma Lobo, da EGPA. No encerramento, o coach Zultonney Velasco apresentou uma palestra motivacional com o tema “Desafios Modernos do Gestor: Sua Atitude Faz Toda a Diferença”.

Além dos gestores da Fundação Santa Casa e da EGPA, participaram da mesa de abertura a diretora administrativa e financeira da FSCMP, Rosane Rosado; a diretora de Ensino e Pesquisa da instituição, Lizomar Moia; a médica Eunice Begot, ex-presidente da instituição, representando a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), e o deputado federal Arnaldo Jordy (PPS).

Agência Pará de Notícias


© Copyright EGPA 2018 | Endereço: EGPA – Av. Nazaré, 871, Bairro Nazaré (entre Trav. Quintino Bocaiuva e Rua Joaquim Nabuco) . Belém – PA.

Desenvolvimento: PRODEPA  Usando CMS livre - Drupal  Sítio Acessível